Bom Sinal

Metrô do Cariri atinge um ano de operação

Ter, 12 de Novembro de 2013 16:49

No ano de 2011, terá início a integração entre o Metrô do Cariri e algumas linhas de ônibus intermunicipais.

No dia 01/12/2010, o Metrô do Cariri, primeiro projeto do Governo do Ceará de requalificação do transporte ferroviário de passageiros no Interior do Estado, completou um ano de operação. Ao longo deste período, o sistema tem sido responsável por fomentar o desenvolvimento da região do Cariri, já que liga importantes polos geradores de viagens, como universidades, comércio, escolas, indústrias. O Metrô do Cariri liga Juazeiro do Norte ao Crato ao longo de 13,6 quilômetros.

» Curta a página da BOM SINAL no Facebook

"O Metrô do Cariri significou um avanço na região não somente por ser uma opção de transporte eficiente, seguro e barato", destaca o prefeito do Crato Samuel Araripe. Ele lembra que, no rastro do trem, estão surgindo outros empreendimentos como a Escola Técnica, que está sendo construída no Bairro São Miguel, na margem da ferrovia, e a futura avenida que parte da antiga Estação Ferroviária, hoje Centro Cultural do Araripe, até a saída da cidade. O sistema é operado com Veículos Leves sobe Trilhos (VLTs), que estão ganhando o mundo como uma solução inteligente na área de transporte e de menor impacto ambiental.

Os VLTs que operam no Cariri usam uma tecnologia local, visto que são produzidos pela Empresa Bom Sinal de Barbalha, que fabrica vagões para diversas cidades do Nordeste. A terceira composição que será incorporada ao Metrô do Cariri, por exemplo, está na lista de espera. A fabricação das composições estimulou a indústria ferroviária nacional, que não produzia novos trens desde a década de 1970. "Este Metrô foi o maior acontecimento do Cariri. É uma viagem confortável, segura e rápida", diz o representante comercial Francisco das Chagas de Castro.

Os elogios são reafirmados pelo aposentado Francisco Lenildo de Luna que, todos os dias, faz o percursos Crato-Juazeiro. Na condição de aposentado (não paga passagem), Lenildo utiliza o trem como lazer. "Vou ao Crato para rever os meus amigos na Praça Siqueira Campos", conta. No balanço de um ano de operação, o gerente de Controle e Tráfego da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), Antônio Chalita de Figueiredo, diz que o Metrô do Cariri trouxe melhorias significativas à qualidade de vida da população da Região. "As pessoas ganharam a opção de poder se deslocar num transporte barato, seguro, limpo e confortável. Houve ainda a melhoria do entorno das estações criando um ambiente agradável. Ficamos motivados com a alegria nos olhos do povo do Cariri, que é um eterno apaixonado pela ferrovia", diz.

E já existem planos para o futuro. Em 2011, terá início a integração entre o Metrô do Cariri e algumas linhas de ônibus intermunicipais. Isso significa que os usuários do Metrô poderão, com um só bilhete, pegar as linhas integradas de ônibus para continuar seu percurso. Segundo Chalita, a integração será tarifária, operacional, temporal e física. "Prevemos que haverá um incremento em torno de 20 a 30% de passageiros no sistema", avalia.

Em 2011, o Metrô do Cariri também ganhará sua nona estação, que ficará nas proximidades da escola técnica no Bairro Antônio Vieira, em Juazeiro. Atualmente, estão em funcionamento oito estações: Juazeiro, Teatro, Crato, Fátima, São Pedro, São José, Muriti e Padre Cícero. Está prevista ainda para o próximo ano a entrega de mais um VLT. Hoje, operam dois. "Com o terceiro VLT, estamos fazendo estudos para a diminuição do intervalo entre os trens no horário de pico", prevê Chalita. No momento, a operação está pela metade, porque uma das composições foi retirada para manutenção. Ele espera que o sistema seja normalizado ainda esta semana.

Também está sendo estudado, segundo Chalita, a extensão do Metrô até a cidade de Barbalha, promovendo a integração do chamado Triângulo Crajubar, (Crato, Juazeiro e Barbalha) integrantes de Região Metropolitana do Cariri. Ele explica que existem duas opções de trajeto: a malha ferroviária antiga, que interligava Barbalha com a Rede Ferroviária Federal, ou uma nova ferrovia, margeando a Avenida Leão Sampaio. O Metrofor está fazendo levantamento de custos para saber qual a melhor alternativa.

O Metrô do Cariri opera de segunda a sexta-feira, de 6 horas às 19 horas, fazendo um total de 42 viagens/dia. No sábado, funciona de 6 horas às 14 horas, com 30 viagens. O percurso Juazeiro à Crato leva cerca de 40 minutos. Atualmente, são transportados cerca de 1.200 passageiros por dia, mas a capacidade é de 15 mil passageiros. A passagem custa R$ 1,00.

Enquete

Viagem agradável

"Foi o maior acontecimento da região do Cariri. É uma viagem confortável, segura e rápida. É muito bom"

Francisco das Chagas de Castro

Representante comercial

"Eu vou ao município do Crato para rever os meus amigos na Praça Siqueira Campos. A viagem é muito agradável"

Francisco Lenildo Luna

Aposentado

MAIS INFORMAÇÕES

Assessoria de Imprensa do Metrô de Fortaleza

http://www.metrofor.ce.gov.br

(85) 3101.7183

Artigos relacionados

Veja como o VLT livrou 20 cidades francesas do colapso no trânsit...

Trem e metro não são as únicas opções de transporte público de massa sobre trilhos. ...

VLT começa a operar em Maceió

As primeiras composições do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) começaram a operar nesta segunda-feira, dia 10, na capital alago...

Comitiva visitará fábrica de VLT no Ceará

A comitiva que vistará a fábrica Bom Sinal, responsável pela construção dos Veículos Leves sobre Trilhos (VLT), no Cariri, C...
 

© 2013 Bom Sinal - Todos os direitos reservados

© Imagine Comunicação Digital